Semana passada li um artigo no site Scientific American sobre a agressividade crescente dos comentários em sites e redes sociais. A matéria analisa o fato do tom de muitas discussões online ser excessivamente elevado, chegando muitas vezes ao nível de ofensas pessoais. O texto explica que, além do anonimato que dá muita segurança e privacidade, a distância encoraja as pessoas a falarem coisas que não falariam pessoalmente para outras, mesmo porque quando discutimos com alguém não conseguimos manter um monólogo muito longo e temos tempo nos acalmar e ponderar na opinião do outro. Também comenta que escrevendo podemos discorrer longamente ~ e agressivamente ~ sobre um assunto sem sermos interrompidos. Mas destaca que isso, ao mesmo tempo que é frustrante, pode dar uma falsa impressão de dever cumprido. Conhecem  o famoso ativismo de sofá? Daí o número crescente de impropérios e grosserias gratuitas que lemos por aí. E por aqui no Petiscos também. Alguns pesquisadores dizem que os editores não deveriam publicar alguns comentários que, ainda que possam conter uma opinião válida, o fazem com falta de educacão e muitas vezes incluindo ofensas a outra pessoa. Eles dizem que deixando que este tipo de conteúdo vá a publico pode-se dar a impressão que o mau comportamento é uma coisa socialmente aceitável. E ainda dá a dica que as pessoas deveriam conversar mais cara a cara com outras pessoas e, de preferência, escolher gente que tenha opinião e estilo de vida diferentes do seu, já que este tipo de convívio é importante para se adquirir tolerância com opiniões discordantes da sua. A verdade é que fica evidente que muita gente deposita nas caixas de comentários da internet afora toda sua frustração. E em dias como hoje, quando os comentários aqui do site pegam fogo, fico pensando se não devemos seguir o conselho da matéria e coibir este tipo de comportamento.

 

67 Comentários

  1. Juliiia!! Comenta sobre a investigação da Conar com relação às blogueiras e posts publicitários maliciosos e velados! (eu sei que a sephora também tem parceria com você. mas veja bem, não é a Sephora quem merece essa opinião, e sim, a atitude de “fazer propaganda e não contar que é um comercial”).
    Me diz uma coisa, tem alguma cláusula no contrato, ou, durante as “reuniões” em que essas parcerias sào formadas, tem alguma coisa que as induz, ou pelo menos as seduz, a fazer esse tipo de comercial escondido??
    É +/- com aquela história que (me parece) a Pepsi fazia, colocando nos filmes sua propaganda (com um marketing velado, calado) e depois, na saída do cinema só tinha o refrigerante da marca pra vender e curiosamente, todos estavam com sede e bebiam o tal refrigerante de cola da embalagem azul ;D
    Eeeeu quero ler a sua opinião, sempre tão consistente e, de alguém do meio. Tanto do meio publicitário, como meio blogueiro

  2. juliaaaaa!! vi o cabelo da carol trentini no fno e fiquei louca, faz um tutorial? tava lindo mesmo hehe beijos

  3. Nossa…
    Desde que a Mari Rossi deixou o blog, não havia mais entrado aqui tbm pq houveram muitas mudanças, ficou tudo muito maior… Gostava mais dele num clima mais intimista…rs
    Enfim…
    O que houve com as petisquetes??
    O que acontece na verdade é que hoje em dia a humanidade está cada vez mais e mais arrogante! As pessoas não conseguem simplesmente RESPEITAR a ideia do outro, você não precisa concordar nem ao menos aceitar mas tem a obrigação de respeitar. Ao ler um post num blog como esse que trabalha com a vaidade das leitoras haverão milhares de pontos de vista e isso é natural, cada um pensa de uma forma!

    Vamos lá pessoal, BONITO É SER EDUCADO, bonito é ser inteligente!!

    Um beijo a todas as meninas do Blog e a Julia que escreveu demasiadamente bem este post!

  4. Lectícia

    SUPER SENSATO, pena que o Petiscos corrobora com o anonimato degradante desde que a “Blogueira Shame” virou da família. Façam o que eu digo mas não façam o que eu faço…

  5. Julia, muito boa a reflexão. Todo dia na maioria dos blogs só vemos fotos, fotos e mais fotos e pouco conteúdo assim como uma conversa e troca de opinião com os leitores (muito look do dia, lançamentos de produtos diversos, fofoca de celebridades, quem usou o quem na festa de fulano…e pouca opinião sincera). São em posts como esse que os leitores podem sentir o que vai na cabeça da(s) pessoa(s) que fazem os blogs, quem tem alguém de carne e osso do outro lado e ai gera ou não empatia. É legal seguir um blog e ficar atualizado com as tendências (mesmo que não a sigamos), mas é legal também seguir blogs que nos identificamos com quem escreve.
    Sobre a moderação acho sim que tem que haver. Isso aqui é um espaço feito por pessoas que trabalham e merecem respeito, outros blogs também, aliás respeito é uma coisa que todos merecem, não é? Blog não é uma conversa de boteco onde as palavras são jogadas ao vento… Acho sim que tem que haver moderação, é como na casa da gente… se você tem um cachorro e a visita não gosta de cachorro: dane-se. Ou aguenta o cachorro ou não frequenta minha casa; pra que publicar comentários mal educados e desrespeitosos?? Que sigam outras fontes, que frequentem outros espaços!

  6. Reter comentários, por mais furiosos que sejam, cheira a “ditadura”. Independente do assunto que for, se você não estiver satisfeito, ou horrorizado com o tom usado pela outra pessoa, essa é uma opinião somente sua. Acho que todos tem o direito de se expressar do jeito que quiser. Cabe a você, somente você ser maduro suficiente para ignorar ou debater eternamente com a outra pessoa, a escolha é sua. Querer provar que alguém esta certo é se julgar no direito e esquecer o dever. As diferenças estão ai para serem compartilhadas. Haters gonna hate.