web counter

Meus Petiscos

Agora você pode salvar seus posts favoritos. Cadastre-se ou faça Login para começar!

Para recuperar sua senha, digite seu e-mail no campo abaixo e clique no botão "enviar-me nova senha". Você receberá um e-mail com uma nova senha gerada aleatoriamente.



cancelar

Ruivos da Vogue

julianne-moore

Será que a Vogue norte-americana leu o Petiscos e ficou sabendo do fim dos ruivos naturais? A publicação comandada por Anna Wintour celebrou a cor de cabelo mais quente que existe – entre os naturais – e fez um editorial só com ruivos. Ok, entre eles, alguns não são naturais, mas são tão charmosos e convincentes quanto.
Clicado por Annie Leibovitz, “Fire Starters“, que faz parte da edição de agosto da revista, com Blake Lively na capa em clima country, já começa com a ruivice dupla de Julianne Moore e sua filha Liv Freundlich, seguida de Jessica Chastain, dessa vez sem franja, do ator irlandês Domhnall Gleeson, da atual garota da Max Mara, Amy Adams, da ex do Jack White, Karen Elson, da modelo Madison Stubbington e da cantora Florence Welch. Sentimos falta de outras vermelhinhas aí, tipo Christina Hendricks e Emma Stone, mas o material está de parabéns.

Fotos: Fashion Scans Remastered

Pegando fogo

A verdade sobre Nina

nina-simone

O filme-biográfico de Nina Simone, “Nina“, não começou nem terminou bem. A filha da cantora, Simone, já havia desabafado que todo o roteiro não passava de uma grande mentira, já que o suposto caso de amor de sua mãe na trama é gay! Mas agora, a história rendeu mais pano pra manga e abriu espaço para Simone falar ainda mais sobre sua história com Nina ao Daily Mail – um tanto turbulenta e até triste.
Segundo ela, a mãe lutava contra alcoolismo e depressão e só tinha uma pessoa em quem descontar as frustrações: na filha. “Minha mãe podia ser um monstro. Eu não era uma criança feliz quando estava sozinha com ela, ela me batia bastante e me atacava em público. É fácil atacar uma criança, elas são pequenas e dependem de você”, e continuou: “Gostaria de pensar que se ela tivesse pensado melhor sobre seu comportamento teria feito as coisas de maneira diferente, mas eu não sei. Minha mãe era irritada com tudo e a única pessoa a quem culpar era eu. Quando meus pais estavam juntos, minha mãe era mais aberta e carinhosa, mas com o divórcio ela se tornou em uma pessoa que ninguém queria ter por perto.”

nina

A vida de Nina também não foi das mais alegres. “Quando criança, se reclamava ou se recusava a fazer algo, era chantageada e espancada. Aos sete ela já estava trabalhando, aos dez era motorista de sua mãe e aos 14 saiu de casa depois de uma surra”. Já na fase adulta, era o marido e pai de Simone que a violentava. Segundo a matéria, Andy Stroud, morto em 2012, era um ex-detetive forte e bonito, mas muito agressivo. Ele se tornou gerente de Nina nos anos 1960 e a manteve na linha com muita surra.
Ainda nos anos 1960, Nina Simone se tornou um ícone do movimento pelos direitos dos negros nos Estados Unidos, embora tenha entrado em confronto com Martin Luther King Jr. por não concordar com a luta não-violenta que ele pregava. Já nos anos 1970, a cantora resolveu fugir, com a filha, dos abusos do marido e foi morar em Barbados, mas logo Nina perdeu a sua casa e o controle de seus negócios em uma batalha judicial por não pagar impostos. Foi, então, que as duas se refugiaram na Libéria e depois em Genebra. Anos mais tarde, Simone voltou aos Estados Unidos para seguir carreira musical, coisa que não agradou sua mãe. “Ela disse que a indústria e os críticos seriam duros comigo e que esperariam que eu fosse uma pianista virtuosa, mas estaria fadada a cantar as músicas dela” – Nina tinha a ambição de ser a primeira pianista negra, mas foi recusada por uma conhecida escola de música para brancos. No entanto, pouco antes de morrer a musa do blues pode ver sua única filha na Broadway, no musical produzido por Elton John, “Aida”.
Para terminar, Simone colocou um pouco mais de pimenta às criticas do filme “Nina” e à escolha de Zoe Saldana para interpretar sua mãe. “Ela foi criada em um tempo em que todos diziam que seu nariz era muito largo e sua pele muito escura… ela foi rejeitada pelos Estados Unidos. Ela amava música clássica e queria muito se tornar a primeira pianista clássica negra, mas seus sonhos foram destruídos devido à cor de sua pele. Ser interpretada por Zoe Saldana é uma piada de mau gosto porque existem atrizes mais talentosas que se parecem muito mais com a minha mãe (…) Eu sei como ela se sentiria em relação a Zoe, portanto eles estão zombando da cara dela para construir uma verdade que é deles. Parece que o objetivo é negar tudo o que minha mãe representava, tudo o que ela sacrificou. Ela teve muitas experiências na vida que a deixaram triste e com raiva”, disse.
O filme já foi apresentado em Cannes, mas ainda não sabemos a data de estreia no circuito de cinemas. Se a biografia do filme for realmente ruim como parece, ao menos já temos uma história real aqui!

Fotos: Daily Mail

Caso polêmico

Tapete vermelho

Quem abre nosso tapete de hoje é Cameron Diaz, que escolheu o preto total (ou quase!) para a pré-estreia de seu novo filme, “Sex Tape“, em Hollywood, ontem à noite. Vestindo um macacão Stella McCartney de poás dourados e sandálias Prada, Cameron complementou a peça com muito ouro, combinadinha, cabelos presos em um coque baixo bem soltinho e batom laranja.
Temos visto em Hollywood uma tendência bem forte do colo nu, sem nenhum colar, ou, algumas vezes, para contrastar, um maxicolar bem chamativo. Com Cameron Diaz, vimos que existe sim um meio termo: uma joia bem delicadinha pode ser um complemento discreto e bem feminino para um look.
Falando em falta de joias, Hailee Steinfeld deixou todas em casa ao optar por um vestido estampado Markus Lupfer. Para um compromisso em Nova York, atriz não quis saber nem de brinquinhos discretos, combinando a peça apenas com escarpins amarelos, coordenados com a estampa do vestido, cabelos presos e maquiagem neutra.

hailee-steinfeld

Fechando nosso tapete vermelho de hoje, Jennifer Lopez já havia mostrado antes que não tem medo do cor de rosa, e volta e meia aparece em looks todinhos trabalhados na cor. Mas não precisa pegar os óculos escuros dessa vez! Para uma convenção em Nova York com a Primeira Dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, J-Lo preferiu um tom bem clarinho e delicado, de saia lápis com peplum e blusa de tule com bordados de renda que preveniram um “escorregão” na transparência.

jennifer-lopez-tapete-vermelho

E para provar que em sua casa rola mesmo aquele papo de “tal mãe, tal filha”, que tal Emme combinadinha com a mãe a caminho do evento?

jennifer-lopez

Tem mais na nossa galeria:

Fotos: Getty Images, Daily Mail

Par de vasos cor de rosa!

Conselho de pai

liv-steven

A maioria das meninas ouvem das mães algumas dicas de beleza sobre as quais vão se lembrar para o resto da vida, dividir com as amigas e, talvez, passar até para as filhas. Mas no caso de Liv Tyler, esse repertório veio do pai, Steven Tyler.
Nos lembramos bem de quando a atriz apareceu na mídia: pele perfeita, boca, olhos e corpo maravilhosos e cabelos castanhos lisinhos que muitas admiravam. Mas o papai roqueiro achava mesmo é que tinha que dar um volume para aqueles fios. “Nos anos 1990 meu pai estava sempre me dizendo que eu precisava dar uma encorpada no meu cabelo. O processo dele seria usar dois secadores ao mesmo tempo, balançar os cabelos e jogar pra cima, e eu ficava tipo ‘pai, eu não quero fazer isso, eu gosto do meu cabelo liso, reto e escondido atrás das minhas orelhas”, contou ela à revista Glamour.

liv-tyler-90s

Embora ela não concordasse com o pai naquela época – e, ao que parece, nem hoje -, o lado bom é que Liv tem todo um estoque para invadir sempre que vai fazer uma visita. “Quando vou à casa dele, sempre tenho que invadir seus armários porque ele tem os melhores cremes. Ele é o mestre dos hidratantes e eu faço máscaras para o rosto o tempo todo”, completou.

Foto: Getty, Diffuser.

Dividindo a penteadeira

Amaldiçoado

zoe-nina

“Nina”, filme biográfico sobre a deusa do blues e jazz, Nina Simone, estreia esta semana em Cannes, mas a animação não parece estar rolando, não. Aliás, o baixo astral tem sido constante e começou ainda na fase de casting porque, segundo os fãs, a atriz escolhida para viver Nina, Zoe Saldana, não tem tantos traços afro-descendentes quanto a original e não canta – realmente, a caracterização não nos convenceu. Depois, teve a família da cantora completamente contra o lançamento do filme: a filha dela, Simone, disse até que o roteiro contém informações falsas, inclusive sobre o caso de Nina com seu assistente, Clifton Henderson. “Por favor notem, o projeto não é autorizado. A (fundação) ‘Nina Simone State’ nunca foi convidada para participar. Aliás, Clifton Henderson era gay, ele não se sentia atraído por mulheres. Então a verdade é que eles nunca tiveram um relacionamento amoroso, apenas profissional. Por favor me corrijam, mas biografia não deveria ser a história da vida de alguém?” Sim.
E como se a uruca não fosse suficiente, dias antes do lançamento na França, a co-escritora e diretora, Cynthia Mort, entrou com um processo contra os estúdios British Ealing alegando que os termos de direção foram quebrados e que ela não quer mais estar ligada ao filme porque o mesmo não representa mais suas visões originais.
Amaldiçoado ou apenas mal organizado? De qualquer maneira, agora é esperar as críticas, que devem sair até semana que vem, e concluir se vamos assistir ou se nem vale a pena perder esse tempo…

Foto: Frame

#fail

Bowie e Iman

Katharina Harf Hosts DKMS' 5th Annual Gala: Linked Against Leukemia Honoring Rihanna & Michael Clinton At Cipriani Wall Street

Rockstars fisgarem os corações de top models não é algo novo. É até clichê. Mas entre tantos que já casaram e separaram – ou que continuam juntos, tipo a Yasmin e o Simon Le bon -, tem casal mais lindo do que David Bowie e Iman? Os dois começaram a namorar em 1990, mas só depois de muuuita insistência do cantor. E Bowie precisa insistir? Precisou, viu? É que a Iman não queria ser mais uma modelo a cair no papinho de um rockstar, e resistiu muito à ideia (ela já tinha ido a alguns de seus shows, mas sempre negava os convites para conhecê-lo pessoalmente no backstage). Porém, finalmente o cabeleireiro dos dois resolveu agir como cupido e uniu a dupla, e quando o romance engatou, Iman se ligou de que o negócio era sério mesmo… ela contou que depois de duas semanas saindo com David, chegou no aeroporto de Los Angeles um dia, em um vôo vindo de Paris, e lá estava ele a esperando: “As portas se abriram, vejo um monte de gente tirando fotos de alguém… E lá estava ele, em pé, com flores na mão, sem segurança. Foi quando eu soube. Ele não ligava se todo mundo visse”. Oooonnn!!! Um tempo depois, Bowie pediu a mão de Iman em casamento em um passeio de barco pelo Rio Sena, em Paris, com direito a pianista ajudando na serenata. O ponto exato? Logo abaixo da Pont Neuf, enquanto David cantava “April in Paris”, da Doris Day.
O casamento aconteceu há exatos 22 anos, em Florença, na Itália. Você imaginaria, hoje em dia, alguém se casando com um bandage dress Hervé Léger? Pois foi assim que Iman subiu ao altar, ao som de música folk búlgara. Em uma raríssima manobra (Bowie e Iman são super-reservados), as fotos do casamento foram publicadas na revista Hello: foto com bolo, foto com a mãe do Bowie, foto com os convidados (Bono! Yoko!)… Todo aquele protocolo. O vestido de Iman era bem anos 1990, assim como a cabeleira armada com babyliss marcadíssimo! Mas o amor é tão lindo que eu não vou comentar, eu só vou achar lindo! A cerimônia inspirou Bowie a escrever seu disco seguinte, o “Black tie white noise“, e Iman a fazer uma tatuagem em homenagem ao marido.

bowie-iman-casamento

De lá pra cá, os dois já estrelaram campanha de moda para a Tommy Hilfiger

bowie-hilfiger

Tiveram uma filhota muito fofa, Alexandria Zara (batizada assim em homenagem à biblioteca alexandrina), a Lexi

bowie-lexi

E vivem trocando declarações de amor aqui e ali: “Meu casamento é tão incrível como as pessoas imaginam que seja”, diz ela. “Você poderia achar que um rockstar casar com uma supermodel é uma das coisas mais sensacionais do mundo. E é”, diz ele. Como faz para ficar casado tanto tempo e tão feliz? Iman diz que o segredo é manter o fogo aceso. No que eu respondo: mas casada com o David Bowie, nem precisa se esforçar pra isso, precisa? Nesse aniversário de casamento, a gente só tem a desejar que o casal continue lindo, saudável, e que o David Bowie saia da toca pra fazer uma turnê mundial <3
Abaixo, para comemorar, uma galeria pra gente suspirar, mas sem invejinha! Quer dizer, só um pouquinho!

Fotos: Stylefrizz, David Bowie News, Fuck Yeah Jareth, Munilaluchbridal, Fine Born China, The Red List, BT DK, Topmodel Africa, Band Photo, The Fashion Medley, Popsugar, Tresugar, Harper’s Bazaar, David Bowie Insight, French Fashions, Frocknroll, Latelirouge, Bowiesongs, Miista, Getty Images

Felicidades!!

Ops!

wolverine

Assistir cena de nudez ao lado dos filhos já pode ser constrangedor o suficiente. Agora imagina quando a cena é com você mesmo. E pior, você apenas esqueceu de advertir as crianças sobre a nudez. Foi exatamente o que aconteceu com Hugh Jackman.
Em entrevista ao New York Daily News, o ator contou que levou a filha de nove anos para assistir ao papai Wolverine no filme “X-Men: Dias de um Futuro Esquecido” e que foi tudo ótimo até certo ponto. “É bem legal poder assistir o filme com sua filha, até o momento em que você está pelado na tela e esqueceu de avisá-la e ela diz: ‘papai, porque você está sem cueca?’”, disse.
Ok, Hugh, somos a favor da liberdade sexual e de que as crianças cresçam sem recato, mas é melhor evitar surpresas do tipo pra não traumatizar os meninos, né?

Foto: Frame

Papai liberal

Modelo não

doutzen-kroes

O sonho de quase toda garota é ser top model? Alguns dizem que sim. Mas com certeza esse não é o sonho da maioria das mães dessas garotas, até mesmo das mamães modelos. A Angel Doutzen Kroes, que já teve um menino e agora espera sua primeira menina, disse em entrevista à Page Six que não deseja ver a filha seguindo os seus passos. “Em vez de dizer, ‘você é tão linda’, vou dizer, ‘você é tão esperta’, para que ela possa ter outras aspirações na vida além de ser bonita. Embora eu ame o meu trabalho, não estou mudando o mundo. Eu gostaria muito que ela estudasse e tivesse ambições. Nós precisamos ensinar nossas garotas que elas podem se tornar presidentas, e que nem tudo tem a ver com beleza o tempo todo“, disse.
Ela está certíssima sobre esse lance de mostrar às garotas que inteligência é mais importante que aparência, mas isso não deve significar necessariamente que ter um trabalho que valorize a beleza vá privar alguém de mudar o mundo. Afinal, o fato de ser modelo também dá a ela o holofote necessário para se engajar em causas que podem sim fazer a diferença. A profissão nem sempre precisa ser o foco central da mudança e da inspiração, ela pode ser apenas o estopim para a criação de algo maior.

Foto: Getty Images.

Em casa de ferreiro...

De mãe a vilã

angelina-jolie-malevola

Assim que soubemos que Angelina Jolie interpretaria a Malévola nos cinemas, ficamos eufóricos. Afinal de contas, faz muito tempo que preferimos as vilãs às princesas – e Angelina na pele de uma delas é a ideia perfeita! Mas sabe quem não achou a menor graça na história? Seus filhotes. Em entrevista à Entertainment Weekly, revista da qual é garota da capa, a mulher de Brad Pitt revelou que quando contou para os filhos que iria encarnar a bruxa em um filme, eles ficaram apavorados. Segundo ela, a única que não se intimidou foi Vivienne, a caçulinha (junto com seu irmão gêmeo Knox). Tanto que ela acabou fazendo uma pontinha no filme, como uma versão novinha da Princesa Aurora:

aurora

Mas não pense que foi só isso que levou a pequena ao set de filmagens. A escalação de Vivienne como uma Princesa Aurora bem novinha foi fruto de pura necessidade: “As outras atrizes mirins da sua idade não conseguiam chegar nem perto de mim. Tinha que ser uma criança que gostasse de mim e não tivesse medo dos meus chifres e olhos. Tinha que ser a Viv”, conta Angelina.
Já Pax, quando viu a mãe caracterizada, saiu correndo: “Achei que ele estava brincando, então saí correndo atrás dele até encontrá-lo escondido aos prantos! Tive que tirar tudo na frente dele para mostrar que era tudo falso, para que ele não ficasse tão apavorado”, relembra a atriz. Depois de um tempo, acabou que todos os seus filhos se acostumaram com a personagem, e Pax e Zahara até aparecem em uma cena de “Malévola“: “Tive que passar por eles bem malvada. Mas claro, eu queria parar e mandar uma piscadinha.” Se Angelina gosta da ideia de seus filhos crescerem e se tornarem atores? “Achamos divertido ter nossos filhos no set de filmagem fazendo pontinhas, mas não é um objetivo nem meu nem do Brad que eles se tornem atores”, ela responde. Por enquanto, vamos nos deliciando com tanta fofurice e brincando de achar toda a filharada em “Malévola”.

Fotos: Entertainment Weekly

Família unida

título do post

ok
erro
ok
erro
ok
erro