Meus Petiscos

Agora você pode salvar seus posts favoritos. Cadastre-se ou faça Login para começar!

Para recuperar sua senha, digite seu e-mail no campo abaixo e clique no botão "enviar-me nova senha". Você receberá um e-mail com uma nova senha gerada aleatoriamente.



cancelar

Alimentador

feedient

Às vezes me perco no tanto de abas abertas no meu navegador. As de redes sociais são várias, não seria legal ter todos nossos feeds de notícia em um mesmo lugar? Não criamos cânico, a resposta pode ser o Feedient, um aplicativo da web que organiza a linha de tempo das suas redes sociais, Facebook, Twitter, Instagram e Youtube em uma única aba. Podemos interagir com os posts, postar atualizações de Status no Twitter e Facebook e arrumar as colunas como quiser. Infelizmente o site ainda está em fase beta de teste e só podemos entrar com convites que podem ser requeridos no final da página.

272 abas depois, já não lembro o que fazia.

Apple alfinetando

propaganda_advertising_apple

Depois de se envolver em diversos processos de plágio, geralmente acusando outras empresas — oi, Samsung e Google! — de copiá-la, a Apple resolveu dar uma alfinetada nos concorrentes. Aproveitando o Dia da Terra (que foi ontem), a empresa colocou um anúncio nos jornais dos EUA com uma foto de sua usina de energia solar (que você pode conferir na imagem acima ou neste site). No texto, vinha a provocação: “There are some ideas we want every company to copy”, que seria algo como “Existem ideias que gostaríamos que todas as empresas copiassem”. Cutucões e propagandas à parte, o site aproveitou a ação para divulgar algumas de suas políticas, como seu centro de reciclagem na Califórnia – que lida com hardwares obsoletos, telas livres de mercúrio, etc., etc. Só falta ela (e várias outras) encerrar o contrato com a Foxconn, não é não?

Foto: Cnet

Foi sem querer querendo

Como Treinar seu Dragão 2

banguela_toothless_como_treinar_seu_dragao_how_to_train_your_dragon

Confesso que nunca fui particularmente fã das animações da DreamWorks. Os roteiros muitas vezes me soavam bobos, com personagens que sempre faziam aquele fatídico rosto e com qualidade técnica que ficava aquém da Pixar. (Lembrando que esta é a minha opinião e que você não precisa concordar com ela, claro. Inclusive, a sua é bem-vinda nos comentários). Mas fui obrigado a dobrar a língua depois de assistir “Como Treinar seu Dragão”. A história (baseada em livros homônimos) era bacana, o personagem principal,  Banguela, era ótimo e a animação e o 3D foram muito bem executados. Se na época você também se impressionou com o filme — que depois até virou desenho animado de TV —, a boa notícia é que o “Como Treinar seu Dragão 2″ vem aí. O novo filme, cuja história se passa cinco anos após o primeiro, chegará aos cinemas dia 13/06. Os primeiros cinco minutos do longa foram divulgados pela DreamWorks (confira abaixo). Lembrando que a saga virou uma trilogia, então, depois desse lançamento, ainda haverá outro. No entanto, este último ainda não tem data definida de estreia.

Foto: Fanpop

Saudades, Banguela

Luz na estrada

estrada brilhante

Já imaginou se a sinalização nas estradas brilhassem no escuro? Não imagine mais, um estúdio de design holandês, Studio Roosegaarde, introduziu a ideia em 2012 e depois de passar por toda a burocracia governamental, finalmente colocaram o projeto em prática nos primeiros 500 metros de estrada sinalizados com tinta que brilha no escuro. Daan Roosegaarde, fundador e principal designer do Roosegaard, diz que teve a ideia quando tentava encontrar uma forma de diminuir os gastos com a iluminação das estradas. Ele contou à Wired inglesa que a visão final do produto é muito mais complexa que apenas linhas iluminadas. Daan acredita que pode usar sinais gigantes, como de gelo, calor, acidentes, indicadores de faixas que recarregam a bateria dos carros elétricos via wireless, etc. Enquanto as ideias mais complexas não saem do papel, esses primeiros quinhentos metros já dão uma boa ideia de como as estradas do futuro poderão ser. Um repórter holandês, por exemplo, disse até que parecia estar dirigindo em um conto de fadas quando passou pelo local com a nova tinta de sinalização. A resistência dela no asfalto ainda precisa ser verificada, mas os especialistas já sabem que ela consegue emitir pelo menos oito horas de luz depois de ser recarregado pelo Sol durante o dia.

Screen Shot 2014-04-23 at 16.23.37

Chegando no Brasil em 2257.

2057 conquistas

wow_achievements_conquistas

Como medir o tempo livre de um gamer: veja quantos achievements (ou “conquistas”) ele tem em determinado jogo. Os mais difíceis costumam ter mais conquistas a se cumprir — mas que não são obrigatórias, o que torna o fator de “rejogabilidade” mais ou menos interessante. Agora, levando em consideração que quem tem muito tempo livre costuma fazer todos os achievs e considerando que WoW é um jogo gigantesco e com coisas muito difíceis a se fazer, fica fácil de imaginar que realizar todas as conquistas seja algo difícil pacas, certo? Sim, e esse russo conseguiu: Хируко, do servidor europeu Razuvious. OK, ele não conseguiu sozinho — e tampouco deixou de pisar em um monte de outros jogadores para pegar os realm firsts —, possivelmente compartilhando a conta com os amigos de guilda dele para chegar ao grande feito (o que é ilegal segundo os termos de uso do jogo). Valeu à pena? Nem preciso continuar. Que seja eterna enquanto dure sua glória, ou seja, até o lançamento do próximo pacote de expansão.

Foto: Battle.net

Fez tudo bebendo vodca

Lytro Illum

lytro_illum

Poucas coisas irritam mais os fotógrafos, independente do grau de ofício ou entusiasmo, do que aquela foto magnífica onde tudo deu certo menos o foco. Se esse costuma ser o deu problema ao clicar por aí, a gente apresenta a nova câmera da Lytro, batizada de “Illum”. Com ela, você pode clicar à vontade e ajustar o foco depois que a foto estiver pronta. Como já se diz há algum tempo nas propagandas de TV daqueles aparelhos para quem quer malhar sem levantar um dedo, “não é magia; é tecnologia!”. As câmeras da Lytro tem diafragma fixo em f/2.0, e seu conjunto complexo de lentes não captura apenas as cores e a intensidade da luz, mas também sua direção — esse é o diferencial que permite a mudança de foco (e de outras coisas) após a captura. Gostou? Quer levar na próxima viagem? Prepare o bolso: a Lytro Illum pode ser reservada na pré-venda por US$ 1.499. Quem não quiser garantir e comprar nas lojas depois vai pagar 100 Obamas a mais. Se ainda não tem certeza de que esta é a câmera que vai salvar sua vida, talvez deva olhar o que ela pode fazer com chapas interativas (abaixo).

Foto: Lytro

Investimento multifocal

Wi-Fi melhor

rede_sem_fio_wi_fi

Já falamos do Wi-Fi mais rápido e do Wi-Fi ainda mais rápido, mas já percebemos que eles precisam de umas parafernalhas que tornam inviável o seu uso doméstico. Enquanto isso, dependemos de roteadores e pontos de acesso que, às vezes mesmo muito caros, não dão conta de passar o sinal por duas paredes de alvenaria. A solução fica com cabos de rede que, dependendo do planejamento, acabam virando motivo de constantes tropeços ao ir de um cômodo ao outro. Ou você pode tentar melhorar o sinal de Wi-Fi na sua casa com algumas dicas grátis que descobri neste vídeo do Techquickie para tentar dar um up na recepção. Lembrando que milagre não é a praia do Quatroolho, mas ajudar, sim. Vamos aos passos!

Análise: não adianta muito sair a procura de uma solução e não saber por onde começar, certo? Quem tem Android pode baixar e instalar o Wifi Analyzer. Ele indica um monte de coisas sobre os pontos de rede sem fio próximos do aparelho, tais como canal, força do sinal, nome da rede, endereço MAC… Enfim, vai te ajudar a descobrir onde o sinal fica melhor, pior, se a rede do seu vizinho de prédio está interferindo na sua, entre outros.

Posicionamento: troque o roteador de lugar. O sinal que sai do aparelho é esférico, então colocá-lo no centro da sua casa ou apartamento. Caso o lar tenha dois andares ou mais, tente colocar o roteador no teto do piso mais baixo ou de um piso intermediário. Evite colocá-lo próximo a paredes de concreto ou outros materiais muito densos.

Atualizações: tá pensando que só o sistema operacional do seu tablet, smartphone e computador precisam de atualizações? Ledo engano. Os roteadores costumam ter atualizações de firmware, e elas podem melhorar o desempenho de seu radiotransmissor (além de adicionar funções e melhorar a segurança).

Trocar de canal: não, não estou falando da TV — mas é quase a mesma coisa. O seu roteador faz transmissão de dados sem fio através de canais de ondas de rádio e, dependendo da data em que foi fabricado, pode operar nas bandas de 2,4GHz e/ou 5GHz. A configuração costuma ser automática, mas vale uma investigação caso esteja dando problemas. Exemplo: o sinal sempre cai quando você atende o telefone sem fio ou liga o forno de microondas? Pode ser sinal de interferência. Acesse o painel de controle do seu roteador e mude o canal de transmissão de dados. Vá testando até encontrar um que funcione melhor.

Cabo: esta dica pode ter duas interpretações. Ou você vai precisar passar cabo para ligar o seu laptop/desktop na rede cabeada e não depender do Wi-Fi, ou vai precisar dar cabo no seu roteador e comprar um novo.

Foto: nwmídia

Agora tá tudo bem

Troncado

Celulas tronco embrionarias

A ciência deu mais um grande passo em direção à imortalidade. Brincadeira, ainda não é para tanto, mas a nova técnica pode revolucionar a ciência médica humana. Claro, se tudo ir como esperado. Pesquisadores usaram pedaços de pele para produzir, pela primeira vez, clones de células-tronco embrionárias, aquelas que podem virar qualquer tipo de célula. A ideia por trás dos embriões clonados é poder desenvolver, num futuro não muito distante, fontes inesgotáveis de células tronco dos pacientes quando eles precisarem, por exemplo, de um transplante de órgão.  Ou quem sabe bastará apenas uma injeção com novas células do sistema imunológico para passarmos pela temporada de gripe suína/aviária sem arranhões. Os embriões serviriam como fontes de células tronco para a criação de transplantes personalizados imunes a qualquer risco de rejeição pelo organismo que os receberá. Isso quer dizer que, em algumas décadas, poderemos ir até nosso médico, tirar um pedacinho de pele, e ele construirá um novo fígado que poderá ser transplantado sem quaisquer problema, afinal o órgão terá nossa assinatura genética. O melhor de tudo, é que não importa o quão doente ou velho estejamos, a técnica conseguirá clonar embriões saudáveis, extrair incríveis células-tronco e criar os mais variados tipos de tecidos do corpo humano e ser usado para terapias que ainda nem foram inventadas.

Imagem: lance-ufrj.org

 

- Doutor, quero um novo cérebro, porfa.

título do post

ok
erro
ok
erro
ok
erro