Ontem cheguei em casa a noite depois de muito trabalho. Liguei a tv e vi o acidente da TAM. Fiquei olhando sem conseguir acreditar que o avião estava cheio de passageiros. Que tinha gente no prédio e que e aquilo estava acontecendo no meio da cidade.
Tenho pavor de voar. Cada experiência de vôo pra mim é um pesadelo. E com meu trabalho vôo muito e na grande maioria das vezes por Congonhas. Tento não pensar no comprimento da pista durante o pouso, nem nos milhares de prédios que o cercam durante a decolagem. Mas a verdade é que está tudo lá.
A verdade é que vivemos em um país em que tudo funciona muito mal. E o que funciona, funciona quase que por mero acaso. E claro. O que não fuciona, não é culpa de ninguém. Não tem ninguém que se responsabilize por nada. É o país do “Não fui eu”.
Qualquer obra aqui custa três vezes mais do que em qualquer outro lugar do mundo e sempre tem gente levando uma grana pra participar dela.
Na verdade isso acontece no mundo todo. Com a diferença que em outros lugares, investigações são feitas e pessoas pagam por seus crimes.
Sei lá…O Brasil sempre foi sinônimo de falta de seriedade e corrupção. É visto lá fora, por muitas pessoas, como um país de cidadãos “bobos-alegres” que fazem festa por qualquer motivo e não lutam por seus direitos. E, na verdade, também acho. Sem querer ofender a população inteira do país. Mesmo porque me incluo nela.
Mas é isso.
No Brasil ladrão é chique. Solteiro cobiçado e sai na revista de fofocas quase toda semana.
O congresso virou uma palhaçada. E temos um presidente fictício, que passou anos sem trabalhar, bradando que queria uma chance para arrumar o país e, no seu segundo mandato, não fez nada. Só aumentou a sensação de que este país é uma bagunça.
O Rio de Janeiro fez um estardalhaço para ter os jogos Pan-Americanos. Conseguiu. Não terminou quase nada das obras e sabe lá Deus aonde foi parar o dinheiro. E agora nêgo quer fazer uma copa do mundo aqui…Imagina?
Ontem fiquei me imaginando na posição dos familiares dos passageiros que estavam no avião. Maltratados pela companhia aérea, reprimidos pelo batalhão de choque. Certamente nunca não terão respostas claras sobra as causas do acidente, já que não interressa a um governo truqueiro que faz obras porcas, pra fazer de conta que está se mexendo e muito menos à companhia que perde em lucros com um acidente assim. E aí?
Aí que como sempre não dá em nada. Nada acontece no Brasil. As pessoas continuarão sendo obrigadas a votar sem ter direito a melhor educação. E esta gente nojenta continuará ganhando rios de dinheiro e rindo as custas dos cidadãos. Sim. Eles riem dos cidadãos literalmente. Acredite.
O sorrizinho debochado dos políticos só some da cara deles, talvez em um dia como ontem, por causa de algum amigo que tenham perdido no acidente. De resto eles realmente não se preocupam. Está tudo sempre arranjado pra que nada aconteça. Nada mude.
Lamento muito por todas as famílias e amigos que tem parentes na lista do acidente. Gostaria de poder aliviar a dor deles de alguma maneira. Mas nisso só o tempo ajuda. Mas não cura.
Rezo para nunca passar por isso.
E gostaria que talvez este fosse um bom motivo para que algumas coisas mudassem neste país. Mas não acredito nisso.